domingo, 14 de novembro de 2010

4:Doenças de hamsters


"Você é responsável pela saúde e bem-estar de seu Hamster. Trate-o com carinho e responsabilidade."

DOENÇAS DE HAMSTERS

Canibalismo ou abandono dos filhotes: pode ser consequência da interferência humana na gaiola nas primeiras semanas, tornando a mãe irritada, assustada ou agressiva. Outras causas são: mãe inexperiente (primeira cria), falta de leite (agalactia) ou pouca produção de leite, redução na ingestão de água e comida e mastite.

Diarréia e prolapso retal (cauda molhada): decorrente de infecções intestinais bacterianas (tais como, Escherichia coli, Salmonela ssp, Clostridium piliformes, Clostridium dificile e Campylobacter spp.), infestação por verminoses (inclusive tênias), intoxicação alimentar, intoxicação pelo uso de antibióticos e destruição da flora intestinal.

Ferimentos na pele: decorrente de brigas principalmente.

Dermatite: por infestação por pulgas de cães e gatos. Ácaros Demodex spp em animais imunodeprimidos. Decorrente de mordidas de outro hamster e infecções bacterianas de pele, irritação por contato com a amônia da urina, material irritante como substrato.

Lesões no olho: conjuntivite decorrente de trauma, irritação por corpo estranho (pó, poeira, etc.), infecções bacterianas e coriomeningite linfocitária (vírus).

Emagrecimento: doenças crônicas (verminose, tumores, diarréias crônicas, doenças respiratórias, tricobezoares gástricos, ingestão de material estranho, cirrose hepática, doença renal, má oclusão dentária, parasitismo e outras).

Má oclusão dentária: decorrente de trauma, origem genética, infecções dentárias.

Doenças crônicas: doenças infecciosas, amiloidose renal, nefrose (doença renal), cirrose hepática, tumores, infecção intestinal por Clostridium spp. As doenças crônicas podem causar emagrecimento.

Deficiências nutricionais: pode se manifestar de várias maneiras, incluindo mortalidade de filhotes, doenças respiratórias, fraqueza, dermatite e outras doenças decorrentes da má condição física.

Tricobezoares gástricos (material embolado no estômago) e ingestão de corpo estranho: os tricobezoares se formam da ingestão contínua de material fibroso (por exemplo pêlo) ou material sintético que se acumula formando uma bola no estômago. Se essa bola toma grandes proporções, torna-se prejudicial ao organismo. A ingestão de corpo estranho pode causar perfuração ou obstruçãodo estômago ou intestino. Na tentativa de expulsar esse material, o intestino pode torcer ou inverter sobre ele mesmo causando obstrução e morte com dores.

Parasitismo: por vermes, incluindo tênias.

Desidratação: é decorrente de diarréia, vômito, perda do apetite ou doenças.

Intoxicação e septicemia (infecção generalizada): decorrente da ingestão de produtos tóxicos, toxemia por bactérias patogênicas no intestino, toxemia decorrente da destruição da flora intestinal pelo uso incorreto de antibióticos.

Doenças respiratórias: os sintomas principais são corrimento nasal e dificuldade respiratória. Podem ser conseqüentes de irritantes como poeira, pó de madeira, fumaça de cigarro, desinfetantes, infecções bacterianas (rinites, traqueíte), pneumonias bacterianas, gripe (influenza), parainfluenza.

Cardiomiopatia/aterosclerose: doenças que podem surgir em animais velhos, obesos, que não se exercitam oe com alimentação não balanceada. Animais com doenças cardíacas podem cansar rapidamente após exercício.

Tumor em animais velhos: são comuns e existem diversos tipos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário